Contrastes

cozinha diferente

Eu imagino o que podem pensar: Uma cozinha assim não funciona para uma família que tem mais de um filho, uma rotina com fluxo de refeições constante e que seria quase impossível esconder a bagunça provisória, aquele cenário que seria completamente o oposto da cena desta cozinha.

Mas, ok, esta é uma sugestão para os que moram sozinhos, que gostam de cozinhar e que cujo espaço “cozinha” é sua sala de visita ou para aqueles que não cozinham nada e mantêm sua cozinha exatamente assim, uma sala de jantar com cozinha impecável e chique. Aproveito esta cena para estudar o uso dos materiais,cores e moveis, aqui tão bem coordenados, explorados e unidos. Usando o meu pouco Francês: trés chic!

CORES

As cores aqui notem que são basicamente o preto, o cinza e o branco. O brilho fica por conta do latão polido do lustre, o pé da mesa em aço inox polido ou cromo polido.
Na verdade há uma ausência de cores, mas que não torna o ambiente triste e/ou escuro, mas sim equilibrado pelo uso e pelas doses perfeitas do preto, cinza e branco em diferentes materiais.
Detalhe: perceberam que o piso rebate o forro? Ambos são escuros, o teto é um grafite bem escuro e o piso é preto e nem assim o ambiente é pesado. Pela imagem não percebemos claramente mas o reflexo de luz induz a concluir que há grande incidência de luz natural o que favorece as escolhas acima.

MATERIAIS

PISO: TABUA CORRIDA EBANIZADA

Aqui o piso é de tábua corrida ebanizada, percebam que ele contrasta diretamente com
os armários brancos. Alias nesta cozinha a brincadeira é esta, branco x preto.
Bom, o uso deste material em uma cozinha de uso social é bonito e posso dizer prático
pois a rotina diária não exige grandes limpezas.
Se já possui um piso de madeira em sua casa, ele pode sim ser ebanizado no local,
claro que por uma empresa especializada neste tipo de acabamento.
Uma outra opçao também é o piso vinilico em régua com aparencia de madeira ebanizada.

BANCADA : AÇO INOX

Já falei sobre o uso deste material em bancada em outro post também sobre cozinha aberta, titulo: Casual. O ambiente do post Casual era, podemos dizer, mais casual (risos). Mas onde quero chegar é que os dois ambientes tem a mesma concepção de cozinha aberta, porem com propostas de visual diferentes e mesmo assim a bancada de inox se encaixa perfeitamente nos dois ambientes, ou seja, um mesmo material pode ser usado em diferentes conceitos de design de interiores.

RESPALDO : MARMORE PRETO

Gosto muito quando o respaldo em pedra ocupa todo o espaço entre o armário superior e a bancada, isto favorece a limpeza da sujeira diária e aqui neste caso deu mais requinte ao ambiente por ter sido usado um material nobre que é o mármore. Mais uma vez o preto em contraste pois se encontra em o armario superior e inferior que são na cor branca.

MÓVEIS

MESA

Tampo de vidro + pés em aço cromado.
Um pé como o da mesa deste ambiente merece aparecer, o tampo de vidro permite isto além favorecer também as cadeiras, elas também aparecem mais com este tipo de tampo e neste caso em particular visto que elas tem a mesma cor do piso.

CADEIRAS

A proposta da cadeira,notem, é um design de linhas simples, porem marcante a sua maneira com estrutura singela e de tom escuro.

A intenção aqui é não competir com o pé da mesa que por si é quase uma escultura.

ILUMINAÇAO

O pendente chega como grande estrela, um foco, um destaque e concretiza a ideia de sala de jantar com cozinha aberta, ou seria o contrario? O brilho e o desenho do pendente em latão polido, provalvemente da decada de 50/60, se destaca no ambiente sóbrio dando a ele o toque final de requinte e ao mesmo tempo define a área de jantar.
Fecha com chave de ouro a cena.

4 Comentários

  1. 1
  2. 2
  3. 3

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>