Paredes coloridas : Uma cozinha azul mar

Vamos sair um pouco do comum de simples paredes coloridas e ver uma cozinha azul mar, que tem obra de arte e armário da mesma cor da parede para parecer que faz parte dela?

Acho esta cena, vamos dizer, instigante. Vou falar o porque. Primeiro a cozinha tem um formato quadrado o que muitas vezes quando não se dispõe da melhor forma a bancada, os armários , pia e eletrodomésticos  se torna um espaço mal aproveitado e não é o caso desta.

Segundo, a cor escolhida. Um azul esverdeado meio cor da água do mar tanto nas paredes, amaria embutido e forro! Inusitada a cor para uma cozinha. Terceiro, obra de arte na parede, uma tela a óleo e não é uma obra contemporânea o que faz contraste com a mesa e cadeiras da década de 50 e com o pendente de design contemporâneo. Isto sem falar do piso que é preto e branco, lembra um ladrilho hidráulico e faz um desenho lindo, com flores, ou seriam estrelas?

Para mim são estrelas e faz uma alusão a uma imagem invertida de uma noite na praia com céu estrelado.

Vamos por partes agora? Apesar de já ter dado a sinopse da cena?

CORES E MATERIAIS

Não sei se perceberam mais em alguns posts eu falo dos materiais juntamente com a cores. Isto porque muitas vezes as cores são dos materiais e não faria muito sentido falar duas vezes e/ou separadamente.

Nesta cena a predominância é da cor azul, pode ser verde para alguns (risos), que pinta as paredes, forro (notem que inclusive o roda-teto) e móvel com prateleiras embutido formando uma unidade, o armário não se destaca e se confunde com a parede.

A cor branca vai nos armários superiores e inferiores da bancada que tem um tampo de madeira escura e também aparece no mobiliário solto, cadeiras e mesa  provocando um realce a mais para o fundo de cena que é o verde, sensacional!

Nao podia deixar de falar do jogo de preto e branco do desenho do piso que parece um ladrilho hidráulico mas pode ser também uma cerâmica. Este jogo de cores ficou ainda mais evidente em contraste com a cor da parede.

E para fechar, um pouco de brilho acobreado no pendente sobre a mesa e nos tons quentes x frios da tela à óleo ao fundo.

Piso: 1. Ladrilho Estrela Paulo Mendes – Dalle Piagge l 2. Ladrilho X Filetado – Dalle Piagge l 3. Ladrilho Octogonal – Ornato Ladrilhos

Cores: 1. Tempo Certo – Sherwing Williams l 2. Corrente Marítima – Sherwing Williams l 3. Água Salgada -Sherwing Williams l 4. Azul Petróleo – Suvinil

MÓVEIS

A mesa redonda branca (pés e tampo) juntamente com as cadeiras ficaram estrategicamente no centro da cozinha para aproveitar o formato quadrado do ambiente.

Importante observar que os móveis possuem design da década de 30 e faz um contraste ao mesmo tempo que “casa” com a obra de arte que tem um retrato com traços / características iluministas enquanto o pendente tem uma linguagem bem contemporânea. Além disto as cadeiras e mesa se destacam das paredes coloridas, pintadas no tom azul mar, como estou chamando esta cor (risos).

Mesclar as épocas das peças de mobiliário/decoração proporciona esta sensação agradável , faz com que cada um tenha a sua importância e se destaque ao mesmo tempo que juntos formam uma mbiente harmonioso e com características próprias que fogem das fórmulas pré concebidas para design de interiores.

Cadeiras: 1. Eames Plastic Side Chair DSW- Charles e Ray Eames – Vitra l 2. IC01 – Indio da Costa – Dpot  l 3. Hal Wood – Jasper Morrison – Vitra

Mesas : 1. Mesa Eames – Charles e Ray Eames – Atec l 2. Saarinen – Eero Saarinen – Knoll

ILUMINAÇÃO

A iluminação em evidência esta apenas no pendente sobre a mesa mas sem dúvida precisa ter uma iluminação complementar que pode ser na área de trabalho através de artificios como a régua de LED sob os armários superiores ou uma luminária de foco como a do post Decoração de apartamento para alugar.

Luminárias/pendentes : 1 . Bocci – Lumini l 2. Birdie – Foscarini l 3. Chouchin – Foscarini – Lumini

Para fugir do óbvio esta cozinha projetada pela designer de interiores Emanuelle Cohendet usou paredes coloridas com um tom de azul esverdeado que deu um certo ar de sala de jantar aliado ao uso de pendente com toque de brilho e obra de arte pendurada na parede.

Mostrei ainda que os contrastes do piso com cor da parede e o mobiliário branco juntos formaram um jogo de : eu te destaco e você me destaca também.

Além disto tudo mais uma vez a cena nos mostra que os ambientes na precisam seguir uma regra, um standard ou moda e sim que usar e tirar partido tanto das coisas, cores com a quais se identificam podem sim estar presentes e fazer parte dos ambientes que moram.

Em que vi isto? Entre outras coisas que descrevi nos materiais, cores e móveis, vi principalmente na escolha da cor para a parede e detalhe do quadro em uma das paredes coloridas de azul mar. Acho a atmosfera ficou suave e sutilmente conta do que o morador(a)(s) gostam e admiram.

Já pensaram em fazer uma cozinha assim? Com paredes coloridas? Arrisquem e se precisar de alguma ajuda, contem aqui comigo. 😉

Até o próximo!

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>