Um terraço, uma sombra e uma rede na Grécia

Difícil de identificar por apenas uma ponta toda a cena deste terraço, certo? Mais difícil ainda também de imaginar onde fica, que cidade e pais. Em alguns projetos de arquitetura, sejam eles de interiores ou não, ao bater o olho facilmente se identifica através da linha arquitetônica de interiores, cores e do próprio design a sua localização, pois se teve a clara intenção de trazer esta referência para dentro. Porém, a criatividade é livre e o ambiente que moramos ou que temos como moradia temporária, como as casas de veraneio por exemplo, não necessariamente possuem as características do lugar onde estão localizadas.

Esta volta toda (risos) para dizer que apesar da dica de que este terraço ficar em um litoral não é possível dizer que ele é de uma casa na ilha Antiparos, Grécia, mesmo com a pequena deixa da parede de alvenaria branca tão característica das casas de arquitetura cicládica do país.

Mas vamos virar e abrir o ângulo da câmera para que consigam ver a cena completa 😉

Foto:

CORES E MATERIAIS

A maior parte do cenário é branco, com a alvenaria da casa  branca  o papel de colorir fica para a paisagem e os objetos que compõem o ambiente. O mais interessante é que os tecidos das almofadas e manta são colombianos, ou seja, opinou-se por ir bem além do mar Mediterrâneo e buscar na America do Sul artigos para colorir e proporcionar os tons quentes do terraço.

Para fugir um pouco do sol da Grécia, no terraço  fez-se uma pérgula de madeira e utilizou-se uma cobertura de fibra natural, bambu, para fazer a cobertura. Esta ideia da “esteira” como cobertura para o terraço também pode ser usada apenas para forrar outro tipo de forro que se tenha no terraço, o material vai dar um ar de aconchego e um visual natural e descontraído. A Fellicia tem persianas que podem fazer o mesmo efeito e a Cobrire tem vários tipos de cobertura incluindo a de bambu que é um material natural, que pode fazer o sombreado sem deixar de passar luminosidade.

1. Cores terrosas l 2. Cobertura de bambu

MÓVEIS l TECIDOS

Sofás de alvenaria é o tipo de mobiliário bem característico das casas de veraneio da decada de 80, em se falando de Brasil, e na Grécia é bem comum encontrá-los tanto dentro das casas como nos terraços. Nesta casa aproveitando a sua lateral, o sofá se acomoda em forma de “L”  no terraço e faz um estar quase a céu aberto deixando um lugar estratégico para a rede. Nao sei se foi proposital ou não, mas a rede tem o tecido em tom cru, ela se confunde com a cor do piso de pedra e não chama atenção para si e o destaque mesmo é a paisagem ao fundo.

Ah, detalhe: o tecidos das almofadas dos assentos e encostos do sofá de alvenaria tem um tom bem clarinho, para que o colorido das almofadas de tecido colombiano se destaquem. O ideal para áreas abertas para não se preocupar muito com os intempéries, é usar um tecido próprio para estas áreas externas. A Regatta oferece o tecido Sunbrella que não absorve água e resiste a exposição solar sem perder a sua cor.

Para dar o tom quente, como falei antes, as almofadas decorativas do sofá possuem as cores alaranjadas e cor de terra dos tecidos de tear colombianos. Uma decoração assim possivelmente se usou tecidos comprados em alguma viajem ao país, portanto ao viajar visite os lugares onde há produtos característicos da região, cada um terá algo que gostará de ter para lembrar um dia e  também de usar na decoração da sua casa.

Onde achar tecidos coloridos assim sem ir a Colombia? Aqui no Brasil temos muitas opções como os tecidos pintados ou bordados da Mucki , Rio de Janeiro. O legal também e inesperado  é usar, por exemplo, mantas, costurando-as juntas pode-se fazer almofadas e forrar assentos e encostos.

Tecidos off whites: 1.Sunbrella Sling Natural Rib – Regatta l 2. Sunbrella Shade Cinza – Regatta l Tecidos/mantas: Mucki Atelier

Redes: 1. Rede Tambaba – Santa Luzia Decorações  l 2. Rede Aisha – Projeto Aikra

Acho que até posso imaginar o que estão pensando: um terraço com esta vista e na Grécia nem precisa de muita coisa para agradar o olhar e querer ficar nele. Vamos dizer que quase concordo (risos), mas não é tanto assim.

Imaginem se este terraço nao tivesse a sombra que faz um jogo de luz através do bambu, o sofá com almofadas com tecidos vibrantes na medida certa e até a rede para contrapor e dar leveza ao ambiente?

A arquitetura desta casa, mais o design de interiores e a paisagem em volta juntos proporcionam a vontade de sentar ou deitar no terraço e aproveitar tudo que o lugar permite.

Consigo até imaginar que à noite acendendo várias velas como se fossem lampiões, dando uma luz âmbar, os tons quentes vāo ser evidenciados e  em consequência vai fazer com que o terraço fique ainda mais aconchegante em um lugar pra lá de exuberante que é a Grécia.

Até o próximo post, :).

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>